Advogada grava de forma involuntária juíza orientando promotora

Diálogo foi gravado porque advogada esqueceu ligado o aparelho de gravação
Reprodução 
A advogada Telma Rosa Agostinho apresentou no último dia 26 um pedido de suspeição contra a juíza Sonia Nazaré Fernandes Fraga, da 24ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo.
O pedido foi …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo