Descoberta de gravidez após pedido de demissão não gera estabilidade

Se uma funcionária se demite e logo depois descobre que está grávida, ela não tem direito à estabilidade. Esse foi o entendimento da 13ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região ao negar pedido de reintegração de ex-funcionária na empresa. Segundo a decisão, o pedido de demissão foi es…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo