Gustavo Ramos: O paradoxo da execução trabalhista

No Processo Trabalhista, ao contrário do que acontece no Processo Civil, vigora a regra de que para o conhecimento dos embargos à execução é necessário que a parte executada preste a devida caução, seja pelo prévio depósito do valor liquidado, pela apresentação de seguro garantia judicial ou aind…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo