Compartilhamento da "lava jato" com a PGR foi decidido em 2015

Para esconder da Procuradoria-Geral da República seus métodos de trabalho e explicar sua resistência em prestar contas, os procuradores da República de Curitiba encontraram uma saída que, na hora, pareceu boa. Alegaram que a PGR estaria querendo cavar informações sigilosas. E "explicaram" o motiv…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo