MP-Pró Sociedade questiona recomendação do CNJ no STF

A Associação Nacional de Membros do Ministério Público Pró-Sociedade ajuizou no Supremo Tribunal Federal uma ADPF contra dispositivos da Recomendação 62/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A recomendação sugere aos tribunais e magistrados a adoção de medidas preventivas à propagação da in…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo