PGR pede manutenção de preventiva de investigados do TJ-BA

A Procuradoria-Geral da República enviou manifestação nesta sexta-feira (14/02) que recomenda a manutenção de prisão preventiva de seis magistrados investigados por vendas de decisões judiciais no Tribunal de Justiça da Bahia.
Magistrados do TJ-BA foram afastados por ordem do Superior Tribun…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo