Dispensada por adulterar atestado não receberá 13º e férias

A 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho excluiu da condenação imposta à uma empresa de Gravataí (RS) o pagamento de férias e 13º salário proporcionais a uma empregada dispensada por justa causa. Seguiu-se a jurisprudência do TST, que afasta o direito às parcelas nos casos de dispensa motiva…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo