Especialistas aprovam decisão de Toffoli, mas apontam problemas

Esperada, acertada e prudente. Essas foram as três palavras mais usadas por constitucionalistas e criminalistas ouvidos pela ConJur sobre a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que suspendeu por 180 dias a implantação do juiz das garantias.
Decisão do ministro Dia…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo