CVM condena estado de SP por se beneficiar de empresa pública

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu, por unanimidade, condenar o estado de São Paulo, na qualidade de acionista controlador da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), ao pagamento de multa de R$ 500 mil por ter se beneficiado gratuitamente dos Serviços de Controle de Cheias.

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo