Lewandowski arquiva queixa contra Bolsonaro por ato de campanha

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a representação contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL) por ele ter dito, em ato de campanha no Acre, que iria “fuzilar a petralhada”. A decisão tem fundamento em artigo da Constituição que concede imunidade processual ao ocu…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo