Contratação em navio estrangeiro não segue lei brasileira

Contratação de garçom brasileiro por navio estrangeiro não deve seguir a lei brasileira. O entendimento é da 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho ao entender, por unanimidade, que a lei de regência é a da bandeira do navio.
Contratação de brasileiros por navios estrangeiros deve seguir …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo