Demora em pedir indenização é abuso de direito, diz TRT-18

Empregada abusa do direito ao demorar a pedir o pagamento de indenização substitutiva do período de estabilidade de gravidez. Com esse entendimento, a 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região reformou uma sentença da Vara do Trabalho de Jataí e excluiu a condenação de uma lavanderi…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo