Não há consenso sobre imputação de repasse de salário a deputado

O Ministério Público do Rio de Janeiro suspeita que os funcionários dos gabinetes de 27 deputados estaduais, incluindo os do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), devolviam parte dos salários aos parlamentares, numa operação conhecida como “rachadinha”.
Senador eleito Flávio Bolsonaro é sus…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo