É justo que sindicato atenda apenas quem contribui, diz procuradora

É questão de justiça e equidade que apenas tenha direito aos serviços assistenciais prestados pelo sindicato quem contribui para sua manutenção. Com esse entendimento, a procuradora do Trabalho Juliana Mendes Martins Rosolen, da Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região, indeferiu pedido de…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo