Leia os pareceres sobre o decreto que facilitou a posse de armas

A presunção de veracidade da declaração de efetiva necessidade de se ter uma arma de fogo, instituída pelo decreto que facilitou a sua posse, foi apoiada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, pela Advocacia-Geral da União e pela Polícia Federal.
Decreto do presidente Jair Bolsonaro…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo