Bolsonaro quer que ataques no Ceará sejam considerados terrorismo

Diante dos ataques no Ceará, o presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu endurecer a legislação penal contra atos como incêndio ou depredação de bens e classificá-los como terrorismo.
“Ao criminoso não interessa o partido desse ou daquele governador. Hoje ele age no Ceará, amanhã em SP…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo