Rasura na carteira de trabalho, por si só, não gera dano moral

O carimbo de “cancelado” sobre anotação de contratação na carteira de trabalho, por si só, não é caso para indenização por dano moral. A reparação somente será devida se ficar comprovado que a medida causou danos.
Para o TST, a existência de rasura na carteira decorrente de simples cancelame…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo