TJ-RJ aplica pena de censura a juiz que fraudou curso para servidores

Magistrado tem o dever de manter conduta irrepreensível na vida pública e particular, como determina a Lei Orgânica da Magistratura Nacional. Assim, não pode praticar fraudes atuando como professor, pois isso impacta a forma como a sociedade o enxerga como juiz. Esse foi o entendimento firmado pe…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo