Acusado de agredir a ex-mulher, Roberto Caldas se afasta da CIDH

Após ter sido acusado pela ex-mulher de agressões físicas e verbais, o advogado Roberto Caldas pediu licença do cargo de juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos por tempo indeterminado. O pedido de afastamento foi feito na sexta-feira (11/5) e Caldas afirmou em e-mail aos colegas de cort…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo