Youtuber pagará R$ 25 mil a empresas por ensinar a piratear TV

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo confirmou a condenação do dono de um canal no YouTube por usar as redes sociais para ensinar como ter acesso ilegal a TV por assinatura. Por unanimidade, a 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial negou recurso e manteve sentença que condenou o réu e…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo