Negro aprovado na ampla concorrência não é cotista, diz CNJ

Candidato negro com nota suficiente para ser aprovado na disputa da ampla concorrência de concurso para juiz não compõe os 20% destinados às cotas. Essa foi a decisão do Plenário do Conselho Nacional de Justiça nesta terça-feira (8/5), ao analisar as normas do edital de 2017 para concurso de juiz…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo