Congresso da Anamatra aprova que juiz julgue conforme convicção

Os juízes do trabalho são livres para interpretarem a reforma trabalhista conforme a convicção, motivada, que tiverem e não podem ser tolhidos nas suas decisões. Esse foi o entendimento tomado pelo congresso da categoria.
A Lei 13.467/2017 deve, segundo eles, ser aplicada de acordo com a Const…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo