STJ mantém absolvição de homem preso com duas balas de revólver

Por não ver perigo na conduta, a 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça utilizou o princípio da insignificância para manter a absolvição de um homem que foi pego pela polícia portando duas balas de revólver, mas sem a arma. Ele foi condenado em primeira instância por porte ilegal de munição de …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo