Banco é condenado por terceirizar serviço de cartões antes de lei

Até a Lei 13.429/2017, que reconheceu a terceirização, era ilícito transferir a outra empresa atividade considerada essencial para o funcionamento da própria contratante. Assim entendeu a 1ª Turma do Tribunal Região do Trabalho da 5ª Região (BA) ao reconhecer o vínculo de uma operadora de call ce…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo