Gilmar pede que CNJ crie medidas de apoio a mães presas

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes pediu à presidente da corte e do Conselho Nacional de Justiça, Cármen Lúcia, que este órgão institucionalize medidas de apoio psicossocial a mulheres grávidas ou mães de filhos pequenos, especialmente as presas provisoriamente.
Gilmar dest…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo