Conferência da Advocacia aprova propostas sobre paridade de armas

A XXIII Conferência Nacional da Advocacia enviará duas propostas ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil para fortalecer a paridade de armas entre defesa e acusação no processo penal. A primeira retira do Ministério Público todas as suas funções de fiscal da lei. A segunda considera …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo