Brasil não tem defesa contra compra de leis, diz Herman Benjamin

As instituições brasileiras têm se tornado vulneráveis em meio à crise política e econômica, mas não há ferramentas adequadas de defesa para esse cenário. É o que declarou nesta segunda-feira (27/11) o ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça, durante a XXIII Conferência da Nacio…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo