MP denuncia 213 pessoas pelo massacre de presídio em Manaus

O Ministério Público do Amazonas denunciou 213 pessoas suspeitas de envolvimento no massacre de 1º de janeiro de 2017 no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).
De acordo com o MP, os suspeitos fazem parte de uma facção criminosa com atuação na região norte. Os denunciados são acusados d…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo