AGU quer que banca verifique declaração de candidato que se diz negro

A Advocacia-Geral da União defende no Superior Tribunal de Justiça que a banca responsável por concurso público confirme a veracidade da declaração de candidato que se diz negro ou pardo para disputar vaga reservada a cotista.
A tese é defendida em caso que começou a ser analisado pela 1ª Turm…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo