Ausência do advogado a um ato processual não é abandono de causa

A ausência do advogado a um único ato processual não configura abandono de causa, de acordo com a 2ª Seção do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. O colegiado concedeu segurança pleiteada por três profissionais contra ato do juízo federal da 4ª de Tocantins, que manteve multa de dez salários-m…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo