Rejeitada revisão criminal de Hollerbach, condenado no mensalão

O pedido do publicitário Ramon Hollerbach para desconstituir parte de sua condenação na Ação Penal 470, o mensalão, teve seu seguimento negado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Hollerbach foi condenado a mais de 27 anos de reclusão e 816 dias-multa pelos crimes de peculato,…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo