CNJ quer coibir uso de termos do Judiciário por entidades privadas

O Conselho Nacional de Justiça solicitou aos Tribunais de Justiça de São Paulo e do Rio Grande do Sul providências quanto à utilização de expressões reservadas ao uso do Poder Judiciário por câmaras privadas de mediação e arbitragem.
A medida foi tomada após análise de relatos que chegaram à O…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo