Defesa de Lula pede ao TRF-4 a inutilização de conversas grampeadas

A defesa do ex-presidente Lula pediu que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região descarte do processo as conversas conseguidas por meio do grampo ao escritório Teixeira, Martins e Advogados. A interceptação foi autorizada pelo juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, em março …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo