Docente é condenada por descumprir regime de dedicação exclusiva

Uma professora contratada pelo regime de dedicação exclusiva pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi condenada a devolver R$ 290 mil aos cofres públicos porque também atendia pacientes em um consultório particular.
A decisão foi tomada pela 10ª Vara Federa…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo