fbpx

Eduardo Samoel: Verdade real é usada como curinga no jogo processual

Nenhuma relação jurídica se estabelece para que, ao final, o juiz diga sua opinião moral e pessoal acerca do conflito que lhe foi apresentado. O que se espera, em verdade, é que o juiz — imbuído da imparcialidade — aprecie a prova produzida pelas partes ao longo da marcha processual, com estrita …

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo