Semipresidencialismo: separar Estado e governo pode ser desejável

A grave crise político-institucional que hoje atormenta o país, reforçada pelos cotidianos escândalos que revelam a capilaridade da corrupção na estrutura administrativa brasileira não deixa dúvida de que é primordial repensar as formas pelas quais o Estado brasileiro é regido.
Coloquemos em f…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Rolar para o topo