fbpx

Agressão policial sem objetivo de confissão não é tortura, diz TJ-SP

Eventuais agressões físicas e verbais ou mesmo abuso de autoridade na prisão não podem ser considerados tortura se os responsáveis em nenhum momento exigem que os agredidos confessem delitos, façam declarações ou passem informações. Assim entendeu o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Pa…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo