fbpx

Ex-advogado de Lúcio Funaro diz que ele mente em delação

Em delação premiada, Lúcio Funaro afirmou que o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o monitorava por meio de três advogados a fim de evitar que fechasse um acordo de colaboração. O criminalista Daniel Gerber, um dos acusados por Funaro, critica a Procuradoria-Geral da República por conc…

Veja a matéria original no Portal Consultor Jurídico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo