INSS não pode ser responsabilizado por suicídio de segurado

O Instituto Nacional do Seguro Social não pode ser responsabilizado pela morte de um homem que se matou após ter benefício de auxílio-doença. Com esse entendimento, a 4ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou sentença que negou indenização por danos morais à família do segurado…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo