Manter trabalhador deficiente longe de construção não é segregar

Ao delegar funções fora dos canteiros de obras para trabalhadores com deficiência, a construtora não está necessariamente segregando seus funcionários. Este foi o entendimento da 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que, por unanimidade, proveu recurso de uma empresa do setor de construção …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo