Ministra do STJ nega suspender processo de mulher de Cabral

Em decisão monocrática, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça, negou pedido de liminar feito pela defesa da advogada Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador fluminense Sérgio Cabral (PMDB).
Ela pedia a suspensão do processo em que é ré na 7ª Vara Federal Cri…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo