Liminar do CNJ suspende demandas repetitivas em juizados especiais

O Conselho Nacional de Justiça suspendeu liminarmente o funcionamento em todo país de órgãos recursais dos juizados especiais responsáveis por julgar os chamados Incidentes de Resolução de Demandas Repetitivas. A decisão é do conselheiro Henrique Ávila e precisará agora ser apreciada pelo plenári…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo