Mantida absolvição de Oscar Maroni por exploração de prostituição

A jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça é clara: só pode ser considerado casa de prostituição o estabelecimento dedicado exclusivamente a promover sexo pago. Por isso, o ministro Rogério Schietti, da 6ª Turma do Tribunal, manteve a absolvição do empresário Oscar Maroni, acusado de “mante…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo