Lewandowski nega domiciliar a advogado acusado de corrupção

Não há ilegalidade na decisão que mantém um advogado preso preventivamente em cela especial, com instalações e comodidades condignas. Assim o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski negou liminar por meio da qual um advogado acusado de corrupção passiva buscava a concessão de pri…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo