Apenas deficiente pode solicitar tomada de decisão apoiada

A tomada de decisão apoiada é medida casuística, com prazo específico e deve ser requerida exclusivamente pela pessoa com deficiência. Assim, a mãe de um deficiente não pode pedir a sua interdição civil só porque este não se interessa por gerir a sua vida ou depende de outros no dia a dia.
Com…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo