Tiago Penna: Supremo errou ao proibir greve de policiais

O Supremo Tribunal Federal, como amplamente divulgado, decidiu, no último dia 5 de abril, pela inconstitucionalidade da greve dos servidores das forças de segurança, incluídos os policiais civis e federais.
Tentaremos demonstrar que o entendimento viola claramente as lições anteriores sobre a …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo