Falta de prova sobre eficácia de remédio não afasta direito à saúde

O Sistema Único de Saúde (SUS) não pode se basear na falta de comprovação científica de um medicamento para negar o direito à saúde de pacientes e ignorar tratamento recomendado pelo médico. Com esse entendimento, a 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região determinou que a União forneça…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo