Na Flórida, chefe do MP fica sem casos por ser contra pena de morte

O governador da Flórida, Rick Scott, retirou todos os 21 processos de homicídio nas mãos da chefe do Ministério Público (ou procuradora-geral de Justiça) dos Condados de Orange e Osceola, na área de Orlando, porque ela se declarou contrária à pena de morte – e disse que não iria pedir esse tipo d…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo