Celso de Mello autoriza prisão domiciliar a mãe pobre com bebê

O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello permitiu que uma condenada fique em prisão domiciliar para cuidar de sua filha de 1 ano. Ao converter a prisão preventiva em prisão domiciliar, o ministro enfatizou, contudo, que a conversão em domiciliar é uma faculdade do juiz, não bastando …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo