Empréstimo não pode ser anulado com base em interdição sem registro

Embora a lei proteja os interesses das pessoas incapazes para atos da vida civil, esta proteção não garante que elas se beneficiem às custas de terceiros que agem de boa-fé. Assim, a 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul confirmou sentença que julgou improcedente ação que pe…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo